05 outubro 2011

Confiar, Mesmo Sem Ver

"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem" (Hebreus 11:1).

Eu estava limpando meu carro na rua, em frente ao meu portão, usando uma escova especial, que retira a poeira como em um passe de mágica. Uma pequena menina apareceu e, parando em frente a mim, ficou assistindo o meu trabalho. "Meu pai também tem uma escova para limpar seu carro, igual a essa", disse ela. "Que ótimo", eu respondi. E, com o propósito de manter uma boa conversa com a menina, eu perguntei: "E qual é o carro de seu papai?" "Oh", disse a menina, "ele ainda não tem carro, mas já comprou a escova de limpeza para quando tiver um." (William Barclay)


Como seria bom se aprendêssemos a confiar plenamente em nosso Deus! Dizemos que somos cristãos, que temos fé, mas não conseguimos enxergar um palmo à frente de nossos pés.

Colocamos nossas inquietações diante de Deus, pedimos Sua ajuda, sabemos que Ele prometeu nos dar o melhor e suprir todas as nossas necessidades (isso inclui as materiais e as espirituais), mas, dez minutos depois, estamos murmurando porque o Senhor "não nos respondeu".

Esquecemos com muita facilidade e rapidez daquilo que está escrito na Palavra do Senhor. Se Ele diz que está ao nosso lado, é porque está mesmo. Se Ele diz que ouve quando clamamos em angústia, é porque ouve mesmo. Se Ele diz que abrirá as janelas do céu para todos que são fiéis, não há dúvida que as janelas serão abertas.

Mostrar fé ao receber uma bênção não tem valor algum. Precisamos mostrá-la quando tudo parece nos afirmar que a bênção não virá.


Se mostramos ansiedade quando esperamos algo do Senhor, Ele nos faz esperar um pouco mais. Afinal, mais importante do que receber a resposta de um pedido a Deus é aprender a crer que todos os pedidos seguintes serão respondidos.


Você precisa ver para crer? Ou crê mesmo sem ver?


Paulo Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário