13 setembro 2009

Bons Ou Maus Frutos?

 

"Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos  maus" (Mateus 7:17).


Gustav Dore, famoso artista, perdeu o seu passaporte durante uma viagem na Europa. Em determinada fronteira, quanimagedo tentava entrar em novo país, o oficial de serviço lhe pediu o passaporte. Dore apalpou seus bolsos e não o encontrou.Virando-se para o oficial, disse: "eu perdi meu passaporte, mas ele está todo certo. Eu sou Dore, o pintor. Por favor, deixe-me entrar." O oficial respondeu: "Oh, não. Nós temos muitas pessoas se apresentando como esta ou aquela personalidade famosa! Eis aqui lápis e papel. Se você é realmente Dore, o famoso pintor, prove-me desenhando alguma coisa". Dore pegou o lápis e desenhou algumas paisagens do cenário ao redor. "Agora eu estou convencido de que você é Dore. ninguém mais poderia desenhar assim! "disse o oficial, enquanto permitia a entrada do artista no país. Assim deve ser o testemunho dos seguidores de Cristo. Você diz que é um cristão, mas poderá produzir evidências de que realmente é um filho de Deus?image

As vezes surpreendemos os amigos ao nos apresentar como cristãos. As nossas atitudes jamais permitiriam que eles chegassem a tal conclusão. Agimos como pessoas do mundo, falamos como pessoas do mundo, negociamos como empresários do mundo e nenhum brilho há em nós que nos caracterize como discípulos do Mestre.
A Palavra de Deus afirma que a árvore é conhecida pelos seus frutos. A árvore boa produz bom frut o e a árvore má produz maus frutos. Que tipo de frutos produzimos? São doces e agradáveis para todos que conosco convivem ou são azedos e cheios de cica, causando repulsa e desagrado aos que dele se servem?

Como podemos convencer aos amigos que somos cristãos se a nossa palavra é torpe e indigesta? Que evidências poderíamos apresentar de nossa vida com Deus se estamos sempre de mau-humor e criando problemas com todos? Quem poderia supor de nossa conversão quando somos preguiçosos, negligentes e indiferentes a respeito dos perdidos?

Como são os seus frutos?

Paulo Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário