07 agosto 2008

Uma verdadeira amiga...

Baseado em fatos reais...

Certa noite, um jovem que se julgava muito esforçado, e fazia jus o seu pensamento, tinha um teste, talves seria "O TESTE" até então em sua vida. Para esse teste, ele se preparou, estudou desde as tardes de segunda até as noites lindas de sábado, horas de estudo eram poucas para o jovem que estava certo de que faria uma ótima prova.

Orações a favor eram sempre feitas anteriormente a prova, e, à medida que a data da prova se aproximava, a duração da oração aumentava, a vontade de passar era realmente grande, apostava seu futuro profissional nessa prova, e tinha a certeza que Deus não o deixaria na mão.

Eis que chega o grande dia, a tão esperada prova, o novo passo de seu carreira, a caminhada à sala da prova se torna mais tensa a medida em que se aproxima da sala. O suor já marca seu rosto, e a oração constante não o abandona, e seu pensamento mistura-se em orações e concentração para a prova de sua vida.

Mas enfim começa, senta-se numa pequena sala, sozinho, só ele e a prova, tempo considerável para uma prova que exigiria todos os seus conhecimentos. Questões relativamente fáceis, as primeiras questões ele responde convicto, e as suplicas a Deus, vão aos poucos transformando-se em agradecimentos pela prova.

A medida que em que a prova avança, o nível das questões também, avança, mas nada que desestimule o jovem determinado e certo de sua aprovação.

Terminada a Prova aparece a nota, no mesmo dia, A nota, ao contrário de que todos pensavam, era reprova, a nota insuficiente, mostrando claramente que todo o estudo, determinação, tempo que parecia ter investido, na verdade havia sido perdido. O jovem não acredita, olha de novo para confirmar, mas era isso mesmo, havera sido reprovado.

Mas um fato inédito aconteceu com o jovem, toda sua fé, crença em Deus, e todo amor haviam se tornado não apenas em ódio, mas em indiferença. Deus havia se mostrado infiel, não honrando os estudos, orações não ouvidas, súplicas não alcançadas, revolta e disânimo surgem como pedras sobre penas, água em meio a fogo, e um novo capítulo se inicia.

As orações passam rapidamente de íntimas para ausentes, de declarações de amor, para declarações de indiferença e de abondono. As ações de exemplo e testemunho, dão lugar à rebeldia e a vingança; simplesmente não orava, não jejuava, não queria intimidade, e assim começou a ser.

No mesmo dia da prova, já saiu para tomar algumas com amigos, isso se repetiu algumas vezes, todo o tempo que usava para falar de Deus para amigos, gastava agora para tentar indiretamente difamar o nome de Deus.

Não estava disposto a voltar aos braços do Pai, e não iria, duvidava das obras de Deus, de sua fidelidade, e começou a procurar falhas no evangelho para tentar debater com os que tentavam mostrar que deveria voltar à Deus.

Mas sua namorada e melhor amiga, cuja esse mesmo jovem já havia investido horas falando de Deus e dos planos para ela, não desistiu dele, não se deixou desanimar, e foi até o fim com ele.

Não foi fácil, momentos difícieis viveram o casal nessa época, mas aos poucos o jovem caiu em si.

Hoje, o jovem se reconsilhou com Deus, pediu perdão como deveria ser feito, e percebeu que nem tudo é como queria. Entregoru novamente o controle de sua vida para Deus, e eis que mais um novo capítulo se iniciava.

Reflexão

Se você conhece alguém na mesma situação, seja como essa namorada e melhor amiga, fique junto, ore a favor de bençãos, não se desanime.

Todos somos sujeitos a falhas, todos gostamos de benção, então seja uma...

apoie e doe-se para alguem conhecer ou voltar aos caminhos do Pai.

Um comentário:

  1. :'(...amém... E que todos apoem-se uns nos outros, pois antes de qualquer compromisso... Há um DEUS, que tudo pode, para nossas vidas!!!!!!

    ResponderExcluir